Arranjos Populacionais e Concentrações Urbanas do Brasil


Cidadania & Cultura

Mais da metade da população no Brasil (55,9%) residia, em 2010, em municípios que formavam os arranjos populacionais, ou seja, agrupamentos de dois ou mais municípios com forte integração populacional, devido aos movimentos pendulares para trabalho ou estudo, ou à contiguidade entre manchas urbanas. Isso representava 106,8 milhões de pessoas em 294 arranjos, formados por 938 municípios. Deslocavam-se, entre os municípios do próprio arranjo a que pertencem, 7,4 milhões de pessoas, por motivo de trabalho e/ou estudo. Levando-se em conta que 27 arranjos são fronteiriços, ou seja, formados também por unidades político-administrativas em outros países, o número de residentes totalizava 107,7 milhões.

É o que revela o estudo “Arranjos Populacionais e Concentrações Urbanas do Brasil”, que mostra, ainda, o Sudeste com o maior número de arranjos (112), que englobam 72,0% da população da região (57,8 milhões) e o Norte com o menor número (17), envolvendo 23,5% da…

Ver o post original 3.230 mais palavras

Resumão com todas as novidades do iOS 8.3


Escape

iOS83_

A Apple liberou para todos o iOS 8.3, que ficou 2 meses em fase de testes entre desenvolvedores. Durante todo este tempo, fizemos diversos artigos falando nas novidades, que agora reunimos aqui neste resumão. Confira o que tem de novo no iOS 8.3:

Ver o post original 435 mais palavras

Como tomamos decisões?


Neste podcast, no “The one you feed”, David Redish comenta como tomamos decisões na nossa mente.

Pontos de atenção que ele faz que achei interessante:

– temos quatro sistemas de decisão
– quando usar o sistema deliberativo é mais interessante, nos leva a decisões mais sábias
– imaginar o futuro nos ajuda a tomar decisões corretas
– o sistema de rotina, é mais rápido, mais prático
– o que seria o sistema Pavloviano
– como treinar nosso cérebro para fazer melhores decisões

Link – Detalhes do Podcast:
This week we talk to David Redish about decision making

David Redish is currently a professor in the Department of Neuroscience at the University of Minnesota. He received his undergraduate degree in writing and computer science from Johns Hopkins in 1991 and his PhD in Computer Science from Carnegie Mellon University in 1997, where he was a student member of the Center for the Neural Basis of Cognition under the supervision of Dr. David Touretzky. He was a postdoc with Drs. Bruce McNaughton and Carol Barnes at the University of Arizona from 1997-2000. He has been at the University of Minnesota since 2000, where his lab studies learning, memory, and how animals (including humans) make decisions. His latest book is called The Mind within the Brain: How We Make Decisions and How those Decisions Go Wrong.

In This Interview David and I Discuss…

The One You Feed parable.
What a decision is.
The four decision making systems in humans.
Using the deliberative decision system.
Imagining the future to help us make decisions.
How the procedural decision system is much faster.
The Pavlovian System.
The different systems can come up with different answers.
What would you chose in the Ultimatum Game?
Training the Pavlovian system.
How each of these decision making systems are “us”.
Our tendency to view everything through the deliberative system.
How we are still learning a lot about how we make decisions.
Since our brain is a physical system it has the ability to break down.
If we can identify the breakdown we can work to fix it.
The role of decision making in addiction
How value needs to be recalculated all the time in our brains.
The power of contingency management.
How very small rewards can often cause major behavior changes.

http://www.oneyoufeed.net/david-redish/

Aqui também o ted do David Redish, o neurocientista entrevistado, em um ted talk:

The mind within the brain – how we make decisions

Aqui o link do livro: The mind within the brain
http://www.amazon.com.br/Mind-within-Brain-Decisions-those-ebook/dp/B00DAX8CWM

Aprender a Aprender com a Web


Cidadania & Cultura

Ronaldo Lemos (FSP, 10/02/15) publicou um artigo interessante com dicas para aprender com a internet, que é a proposta deste modesto blog Cidadania & Cultura há cinco anos. Compartilho-o abaixo com os links.

“Se não caiu a ficha, está na hora de cair: a maior parte do conhecimento teórico e prático já produzido pela humanidade está disponível na internet, de graça e abertamente. Quem tiver a curiosidade e a energia necessárias pode tomar nas mãos os caminhos do próprio aprendizado. Esse é um desafio para o sistema educacional: a missão da escola nos dias de hoje passa a ser ensinar a aprender dentro desse novo contexto em que vivemos.

Quem viu o documentário acima sobre Aaron Swartz (“O Menino da Internet“), disponível também de graça e abertamente no YouTube, deve se lembrar da cena em que ele, com poucos anos de idade, aprende a ler sozinho

Ver o post original 534 mais palavras

Shakespeare e a Economia ou Economia e Teatro


Cidadania & Cultura

Arte-Shakespare.indd

Busco ensinar Economia utilizando-me do Cinema como um instrumento instrutivo. É possível fazer isso com outras formas de Arte. Talvez a mais óbvia seja a Literatura. Gustavo Franco e Henry Farnam abordam outro tema multidisciplinar – Economia e Teatro – de diferentes formas. São métodos didáticos complementares, baseados em Artea representação e transmissão da habilidade de tomar decisões práticas em determinados contextos econômicos –, que revelam uma nova e interessante maneira de ensinar e/ou aprender Economia.

Shakespeare e a Economia (Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora; 2009) reúne, em um só volume, dois ensaios complementares – escritos em épocas distintas (1931 e 2009) – que surpreendem ao mostrar como as finanças e os aspectos econômicos e empresariais estavam presentes na obra e na vida do dramaturgo inglês William Shakespeare.

Em A Economia de Shakespeare, Gustavo Franco fala sobre a economia do teatro, da linguagem e…

Ver o post original 1.365 mais palavras

Dependência da Trajetória (Path Dependence)


Cidadania & Cultura

Aleatoriedade dos Espermatozoides

Bruno Boti Bernardi, Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, USP – Universidade de São Paulo, publicou artigo (Perspectivas, São Paulo, v. 41, p. 137-167, jan./jun. 2012) – O Conceito de Dependência da Trajetória (Path Dependence): Definições e Controvérsias Teóricas –, cujo objetivo é mapear as principais diferenças e controvérsias entre os autores que trataram do conceito de dependência da trajetória, analisando ainda como o tema foi abordado inicialmente pela teoria econômica histórica e as mudanças introduzidas ao conceito uma vez que ele foi incorporado ao debate da Ciência Política.

Ao tentar desvendar como, de fato, a história importa, divergências consideráveis surgem entre os autores na definição de mecanismos explicativos, na importância concedida ao tema da contingência e na própria especificação dos tipos de sequências de eventos que poderiam ser considerados como dependentes da trajetória.

Vale a pena estudá-lo e, para isso, um primeiro…

Ver o post original 658 mais palavras

A Economia em Machado de Assis: O Olhar Oblíquo do Acionista


Cidadania & Cultura

A Economia em Machado de Assis

Machado de Assis escreveu cerca de seiscentas crônicas entre 1883 e 1900, muitas delas publicadas em jornais da época e que trataram de temas importantes como a Abolição da Escravatura, o Encilhamento e a Proclamação da República. A partir desse material historiográfico, o economista e ex-presidente do Banco Central, Gustavo H.B. Franco, produziu uma seleção inédita de textos do escritor, que tratam de temas econômicos e financeiros da época.

Além da seleção, Franco introduz e comenta os textos de Machado, contextualizando os fatos que ganharam a atenção e o olhar do cronista. A Economia em Machado de Assis é, assim, uma contribuição historiográfica que oferece a chance de visitar o passado econômico brasileiro, na passagem do século XIX para XX, com a companhia de um dos grandes escritores da literatura mundial e um dos economistas cultos do país.

Leia como exemplo da ironia e da crítica de costumes sociais…

Ver o post original 758 mais palavras

Grupo Sub Voice

Açougueiros fazendo os melhores pãezinhos.

mitologiaemsimbolos

Just another WordPress.com site

Remontar

Conflito, Sinto, Reflito , Exteriorizo. Apenas devaneios...

Diário da Inclusão Social

A inclusão como ferramenta de transformação social

Vida na minha visão

Amo ajudar pessoas a transformar o mundo que vivem. Sou gerente de projetos, trabalho em dois projetos sociais e busco em cada palavra e ação ser útil ao mundo!

Eurico Gomes

Sobre ler e viver!

espacoastrologico.wordpress.com/

A Astrologia como um direcionamento superior para a humanidade do futuro.

Doando Amor

Faça mais do que existir !

glaubergco

Estudante de Ciências Ocultas e Letras Apagadas.

Canal do Bom Senso

Comentários sobre a situação política e social no Brasil

TED Blog

The TED Blog shares interesting news about TED, TED Talks video, the TED Prize and more.

Richard David Feinman

Richard Feinman, the Other

Xadrez Verbal

Política, História, atualidades e um pouco de autoterapia

Productivityist

Productivity Tools & Tips for Work and Life

%d blogueiros gostam disto: